rss email twitter facebook google pinterest

Numero para contato

24 de dezembro de 2012

O PERIGO DE UM PROFETA FORA DE SUA MISSÃO

E ele lhes disse: Levantai-me e lançai-me ao mar, e o mar se aquietará; porque eu sei que, por minha causa, vos sobreveio esta grande tempestade. Jonas 1.12
A história de Jonas é repleta de lições que nos ensinam a agir com prudência e a não desobedecer às ordens do Senhor. Esse profeta fugiu para poupar sua vida, pois julgava que Deus o estava enviando para ser destruído pelos bárbaros assírios. No entanto, era o contrário: o Altíssimo queria salvar aquelas pessoas, e somente Jonas havia sido preparado para tal missão. O mesmo erro pode estar sendo cometido por você hoje.

Em alguns de seus livros, Kenneth E. Hagin declara que há a vontade real de Deus e a permissiva. Na real, o Senhor tem compromisso com o homem; na permissiva, este arca com as consequências de sua rebeldia. O inimigo não se importa se você continua na igreja. Na verdade, o que ele não quer é que você seja servo fiel na missão que o Senhor lhe deu. Para isso, o maligno apresentará mil motivos a fim de tirá-lo das mãos do Altíssimo. Então, jamais se afaste da sua chamada.

Se um dos sócios de uma empresa é convocado por Deus, tal instituição pode sofrer pelas atitudes dessa pessoa. Então, o melhor é nunca se associar com alguém que foi comissionado pelo Pai e ungido para pregar a Boa Palavra. Os que fogem do Criador não têm êxito, e os que lhes dão abrigo ou companhia, mesmo sem saber, também pagam um preço alto. Se Jonas não tivesse sido lançado no mar, aquelas vidas teriam se perdido. Isso é muito sério!

A rebeldia do profeta faz com que muitas coisas erradas aconteçam com quem está perto dele. Um bom exemplo disso é o que ocorreu com os que se juntaram a Corá, Datã e Abirão em sua revolta contra Moisés, o escolhido do Senhor: pereceram com os rebeldes (Nm 16.1-35). Hoje, algo semelhante tem ocorrido com muitos que se juntaram aos que são contrários às decisões divinas. Cuidado! Fora do seu lugar, o profeta é um perigo para quem o rodeia.

Quando há rebeldia na igreja, muitas situações ruins sucedem, inclusive fim de casamentos. Com a separação, os filhos desses casais podem tomar caminhos maus e, então, a pessoa conclui que tudo aconteceu por causa dela. Que pagamento ela terá de fazer no Dia do Juízo? Por mais amizade que você tenha com alguém, ame mais o Senhor do que tal pessoa. Além do mais, o fim dos que se juntarem ao que se separa será trágico, pois incorrerão no mesmo pecado praticado pelo rebelde (Lv 5.1).

Os que se santificam para cumprir o plano divino sempre são bênçãos para quem lhes dá ouvidos. Por viverem de fato na vontade real de Deus, oram pela congregação, e o Senhor os abençoa. No entanto, quando a liderança está em pecado, toda a congregação sofre. Portanto, santifique-se e seja obediente ao Pai celeste.

Em Cristo, com amor,

Pagina Anterior Proxima Pagina Página inicial

0 comentários:

WWW.SOCIEDADE33.COM.BR